A Missão

A todos os interessados que por aí caminham sem saberem nem muito bem porquê nem como, que passaram por uma licenciatura e anseiam por algo mais, sem saberem bem o quê, mas mais, mais do que esta vida que não nos basta e não nos chega, porque quisémos mais e queremos mais para lá dos recibos brancos ou verdes, dos "cole-centeres" (como diria o nosso amigo Mário Zambujal) e dos centros de explicações, onde não somos senão carne para canhão, e tantas vezes nem isso, apenas números para apagar da lista conforme o patrão se vira para a direita ou para a esquerda enquanto a noite dorme, apenas e somente números sem nome ou letras, numerais, algarismos, unidades, dezenas, milhares de desempregados, quarenta mil professores, a todos quantos estejam dispostos a uma partida feita de sete mares, este blogue é para vocês, um instrumento de trabalho que eu quero de igual modo como instrumento de esperança, de acesso gratuito porque amanhã não é longe demais, é já aqui e agora, assim queira a tua mão.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Frequently Asked Questions

Frequenty Asked Questions (em teclado Ingles):
1) Qual e o primeiro passo para poder leccionar em Inglaterra?
Obter o QTS, Qualified Teacher Status, o qual mais nao e que a equivalencia de habilitacoes. Desde April de 2014 sao precisos 3 anos de experiencia lectiva para poder requerer o QTS. Por favor consultem o seguinte site
A candidatura neste momento e feita online. Por favor consultem o seguinte site: https://teacherservices.education.gov.uk/
2) Quais sao as possibilidades de conseguir emprego em Inglaterra?
Nao sabemos dizer. Depende das necessidades de mercado. Se por um lado ha falta de professores, por outro so entram os bons professores. Por favor comecem por fazer uma pesquisa no seguinte site para assim avaliarem as necessidades de trabalho na vossa area de ensino:

3) O que e o DBS?
E o registo criminal Ingles. E preciso requerer o mesmo para poder leccionar em Inglaterra. Sem o mesmo nao e possivel leccionar em Inglaterra. Pede-se uma e uma so vez quando nos registamos numa agencia. E preciso pagar pelo mesmo a volta de 40 libras, mas o preco tem variado. Pode demorar ate 6 semanas para o termos na nossa posse, mas recentemente o processo tem sido mais celere. 

4) O que colocar no ponto 2 do QTS?
Assinalar a opcao i)

5) O que colocar nos pontos 3 e 4 do QTS?
Preencher o ponto 3 se tem uma Licenciatura pre-Bolonha. Preencher o ponto 4 para quem tem uma Licenciatura pos-Bolonha e deixar o ponto 3 em branco. Para quem adquiriu o grau de professor atraves de uma pos-graduacao, preencher o ponto 4 e deixar o ponto 3 em branco.

6) Onde traduzir os meus documentos?
De preferencia num tradutor certificado que traduza cada documento e certifique cada traducao. Procurem no google. Ha quem peca na propria Universidade pela traducao dos seus documentos do curso.

7) Que documentos enviar juntamente com a candidatura para o QTS?
Vejam a checklist no fim da Pagina 4 do formulario do QTS. Enviem copias. Nunca enviem originais.

8) Que agencias para professores ha em Inglaterra?

9) Como arranjar quarto uma vez em Inglaterra? Posso ficar em tua casa?
Nao podem ficar em minha casa. Nao me responsabilizo por outros compatriotas que oferecam as suas casas. Por favor consultemwww.gumtree.com - ha quem pernoite em camaratas comuns em hostels durante os primeiros dias. Procurem no google.

10) E possivel leccionar Portugues?
Sim, a titulo individual, como freelancer. Ha agencias de professores e/ou tuition agencies que oferecem este servico. No entanto, o Portugues nao e uma disciplina comum nas escolas no Reino Unido.

11) E possivel leccionar em Portugues?
Nao. Estamos em Inglaterra. O que ensinamos em Portugues, deve ser leccionado em Ingles.

12) Qual e o nivel de Ingles necessario para leccionar em Inglaterra? E preciso termos algum curso de Ingles?
Nao e preciso termos um curso de Ingles. O nosso conhecimento de Ingles e avaliado em momento de entrevista. O nivel de Ingles tem de ser excelente.

13) Como arranjar trabalho como professor em Inglaterra?
Na maioria dos casos e preciso estar fisicamente em Inglaterra. E preciso telefonar para as agencias e enviar os nossos curriculos por email. E preciso procurar emprego da mesma forma que procuramos emprego em Portugal.

14) De que outros documentos devo tratar uma vez no Reino Unido?

15) Nao sei Ingles e ja estou no Reino Unido. E agora?
Nao recomendo a ninguem que venha para Inglaterra sem saber Ingles.

16) Quem faz esta pagina e pago pela mesma?
Todos nos fazemos esta pagina. Eu participo em regime de voluntariado e nao sou pago pela mesma.

17) Porque e que toda a informacao e disponibilizada de forma livre e gratuita?
Porque quando para aqui vim nao tive ninguem que me ajudasse. Nao quis que outros tivessem de passar pelo mesmo. Para alem disso, a minha formacao politica de esquerda assim o exige. Se todos fizermos um pouco, todos faremos muito.

18) Ha demasia informacao para ler. E agora?
Antes informacao a mais do que informacao a menos. Tal como referi acima, quando para ca vim nao nao tive um blog, nao tive net e nao tive centenas de pessoas no Facebook disponiveis para ajudar. Alias, quando para ca vim nao havia Facebook, viviamos na pre-historia.

19) Que agencias de emprego para professores sao boas?

20) Que informacao devem as minhas referencias providenciar?
Por norma as agências de recrutamento enviam um formulário para o referee responder com questões sobre o desempenho profissional (conhecimentos pedagógicos, gestão da sala de aula, se voltava ou não a contratar a pessoa e porquê, etc...). Os formulários são muito semelhantes entre todas a agências e simples de preencher (mesmo para quem diz que não fala nada de inglês). Nalguns casos querem que a pessoa que dá a referência assine e carimbe o formulário e volte a digitalizar para enviar pelo mesmo email. Noutros casos as referencias sao solicitadas por telefone.

21) É necessário ter um comprovativo em inglês do tempo de serviço que tenho em Portugal?
Sim, o tempo de serviço sera necessario para efeitos de escalao salarial caso/quando se conseguir um contrato com uma escola. Se se trabalhar por agencia nao precisara do comprovativo do tempo de servico.

22)Como se deve requerer o reconhecimento do tempo de serviço prestado nos estados membros da União Europeia (UE) ou nos estados abrangidos pelo Acordo sobre o Espaço Económico Europeu (AEEE)? - Despacho Normativo n.º 12/2004, de 03.03
Quem pode requerer?
Cidadãos portugueses, comunitários ou do AEEE (inclui os 25 Estados Membros da União Europeia, a Islândia, a Noruega, o Liechstenstein e a Suíça) que tenham exercido, nos Estados Membros da UE ou nos Estados Parte do AEEE, no sector público ou privado, actividade equivalente àquela que é exigível em Portugal para o exercício da profissão e pretendam ver reconhecidos, em Portugal, os períodos de tempo de serviço prestado nesses Estados.
Como requerer?
Requerimento redigido em língua portuguesa, do qual conste o nome completo do requerente, nacionalidade, número do bilhete de identidade, categoria profissional, residência, número de telefone, objecto do pedido e períodos de tempo que pretende ver reconhecidos dirigido ao Director-Geral dos Recursos Humanos da Educação; Certificado de habilitação profissional para a docência. Os interessados, cuja habilitação não tenha sido adquirida em Portugal, devem fazer prova documental do reconhecimento de habilitação profissional para a docência em Portugal; Certificado(s) de tempo de serviço emitido(s) pela autoridade competente do Estado Membro onde o serviço foi prestado, no(s) qual(quais) conste a natureza das funções exercidas, o início e termo das mesmas (dia, mês e ano), bem como o número de dias de serviço docente, apurado de acordo com o número de horas semanais legalmente estabelecidas pelo direito nacional do país onde prestou serviço, referenciado à data da conclusão da habilitação com a qual pretende ingressar na carreira docente portuguesa, contabilizado até 31 de Agosto do ano civil anterior à realização do concurso externo de provimento de professores a que pretende candidatar-se. Em caso de justificada necessidade, os certificados serão acompanhados de tradução efectuada por tradutor oficial e autenticada por notário ou funcionário diplomático ou consular português. Fotocópia do registo biográfico caso se encontre colocado em estabelecimento de educação/ensino básico ou secundário da rede pública do M.E. Caso o serviço tenha sido prestado em estabelecimento de ensino privado, deverá constar a indicação de que o mesmo foi efectuado nos termos legalmente exigidos pelo direito nacional aplicável. O aludido tempo é considerado para efeitos de concursos e progressão na carreira de educadores de infância e de professores dos ensinos básico e secundário dos estabelecimentos de ensino público tutelados pelo Ministério da Educação.
Como pondera o referido tempo de serviço para efeitos de concurso?
O tempo de serviço contado a partir da data em que se adquire a habilitação profissional, para a docência em Portugal, independentemente do país da EU ou do AEEE em que tal ocorreu, é referenciado a 1 de Setembro do ano civil em que o docente a concluiu. Excepcionam-se as situações em que são necessárias medidas de compensação habilitacionais, a realizar em Portugal, em que a data da profissionalização a considerar, é a de conclusão das referidas habilitações compensatórias, que será transmitida no ofício de comunicação do despacho exarado pelo Director-Geral dos Recursos Humanos da Educação, relativo à autorização para leccionar em Portugal.

Mais informacoes disponiveis no blog que deu origem a esta pagina:

1 comentário:

  1. Muito o rigafa! Informações muito úteis. Sou brasileira casada com cidadao portugues e estou de mudança para Londres, onde ele esta no momento. Quero buscar me qualificar para trabalhar na area de ensino. Você sabe alguma informação especifica para quem é brasileiro e quer lecionar na Inglaterra?

    ResponderEliminar