A Missão

A todos os interessados que por aí caminham sem saberem nem muito bem porquê nem como, que passaram por uma licenciatura e anseiam por algo mais, sem saberem bem o quê, mas mais, mais do que esta vida que não nos basta e não nos chega, porque quisémos mais e queremos mais para lá dos recibos brancos ou verdes, dos "cole-centeres" (como diria o nosso amigo Mário Zambujal) e dos centros de explicações, onde não somos senão carne para canhão, e tantas vezes nem isso, apenas números para apagar da lista conforme o patrão se vira para a direita ou para a esquerda enquanto a noite dorme, apenas e somente números sem nome ou letras, numerais, algarismos, unidades, dezenas, milhares de desempregados, quarenta mil professores, a todos quantos estejam dispostos a uma partida feita de sete mares, este blogue é para vocês, um instrumento de trabalho que eu quero de igual modo como instrumento de esperança, de acesso gratuito porque amanhã não é longe demais, é já aqui e agora, assim queira a tua mão.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Actualização das necessidades de emprego no Ensino



Começo desde já por recomendar uma série de sites que vos poderão dar uma ideia mais precisa dos actuais pedidos de emprego no ramo de Ensino em Inglaterra, mais precisamente em Londres:
www.reed.co.uk
www.careerbuider.co.uk
www.greateducation.co.uk

As boas notícias são existirem ainda muitos anúncios de emprego para professores e teaching assistants.
No entanto, em termos de recessão o Governo Britânico prepara-se pare dispensar milhares de trabalhadores a partir de Março de 2011. Porquê Março? Porque é o fim do ano fiscal. Com o fim do ano fiscal e o começo de um novo orçamento, cessam os contractos de trabalho.
Nesta primeira fase a grande maioria dos trabalhadores serão dispensados ao nível dos Municípios.
Isto significa que indivíduos com muitos anos de trabalho e experiência engrossarão as filas do desemprego. A sua experiência será obviamente uma mais valia na procura de um novo emprego, a qual deve ser tida em conta para quem pretende começar uma carreira em Londres.
No entanto, só mesmo em Março se poderá ter uma verdadeira ideia da dimensão deste problema. E eu digo isto porque nos entretantos os Municípios estão a fundir serviços entre si, o que poderá levar a um menor número de despedimentos.

Sem comentários:

Enviar um comentário